31/03/2011

‘Amor e revolução’: Guerrilheira na trama, Lúcia Veríssimo conta que andou armada durante um longo período

Posted By: Unknown - 12:53

 Lúcia Veríssimo está de volta às novelas após cinco anos / Foto: Divulgação / SBT / Lourival Ribeiro
Pegar em armas não é problema para ela. Não exige sequer treinamento. Para interpretar a guerrilheira Jandira, em “Amor e revolução”, que retrata a época da ditadura militar e estreia dia 5, Lúcia Veríssimo não precisou de aulas de tiro. Já havia feito no fim dos anos 80, quando andava armada.
— Eu me formei em tiro em 1989. Naquela época, era muito barra pesada a quantidade de gente que me abordava na rua. E eu tinha mania de, ao acordar com insônia, ir sozinha para a minha fazenda de madrugada. Então, meu advogado me mandou andar armada. Fiz isso por um longo período. Tinha porte federal — conta Lúcia, de 54 anos, que desmente os boatos de que seu papel na nova trama do SBT tenha sido inspirado na atual presidente do Brasil, presa e torturada na década de 70: — Dilma (Rousseff) não tinha 40 anos na ditadura. Minha personagem é mais velha e já vinha fazendo ações de guerrilha desde 1958.
Nascida numa família de esquerda, Lúcia — longe das novelas há cinco anos — conta que no regime militar o telefone de sua casa era grampeado e que muitos amigos de seu pai foram presos e sumiram:
— Quando andávamos na rua, havia olhares diferentes. Isso é um pedaço da minha história também. Jandira é da luta armada, participa de assaltos e sequestros. E duvido muito que eu, Lúcia, com a cabeça de jovem da época, não aceitasse uma proposta dessas caso a recebesse. Sou revolucionária de nascença, lutei a vida inteira.
Extra

About Unknown

Organic Theme is officially developed by Templatezy Team. We published High quality Blogger Templates with Awesome Design for blogspot lovers.The very first Blogger Templates Company where you will find Responsive Design Templates.

Copyright © Últimas da TV | Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos

Designed by